Tempo Novo

Tempo Novo
(Helena Fontana, Miguel Marques)

Busquei nos livros nas histórias dos avós
Datas e fatos me encontrei com nossa história
Eu sei de índios, Jesuítas e bandeiras
E vi que o tempo envelhece com memória

As sesmarias as estâncias os saladeiros
Léguas de chão cavalo bom as tropeadas
Sei de peleias pela posse das fronteiras
Sei de fandangos, jogo de osso e carreiradas

Minhas raízes minha origem não renego
Mas meu presente é que vai fazer meu tempo
Alicerçado no passado sigo em frente
Meu tempo é hoje e eu preciso estar atento

E hoje a fome ronda os homens pelos ranchos
Homens caranchos roubam o pão dos seus irmão
Peões sem fletes, sem tropeadas, sem ter nada
E essas lutas por um pedaço de chão

Pairam nos ares ameaças nucleares
Sei que os mais fortes dão as cartas nesse jogo
Quem só enxerga o passado não quer ter
Olhos abertos para ver um tempo novo.



TEMPO NOVO – Ivonir Machado e Os Garotos de Ouro Letra Helena Fontana Música Miguel Marques by Helena Fontana 1

Festivais

CD/LP