Pé De Moleque

Pé De Moleque
(Miguel Tejera, Diego Goulart Muller)

Tive somente dois pares de sapatos
A vida inteira, minha vida inteira...
Minha vida inteirinha...
Um pra pé pequeno, pé de moleque
Outro pra pé grande, pé de pião

Pé pequeno passo largo, caminho seguro
Pé grande passo torto, caranchão
Pé com defeito, torto sem jeito
Pé com canela, ré tropicão

Que cor linda teriam os sapatos
Se boiassem, em rio colorido
Espuma de sabão...
Cor de caminho rubro de vinho
Água que leva...
Correnteza...
Por la orilla del rio, viene cayendo el mundo
Tierra, piedra, sangre y madera

Troquei de sapatos, pé n água, beira de rio
Boiando atados, um com furo, outro não
Um par na beira descansa, gasto de andanças
Um novo me serve, este já não

Estrada comprida, caminho pra casa
Calo dos outros, do meu o dedão
Sapato que fica pra água se atira
Pé de moleque, moleque fujão...

Intérprete: Marcelo Delacroix

Festivais

CD/LP