No Rio Da Vida

No Rio Da Vida
(Dionísio Costa, José Claro)

A vida é um rio carregando a gente
Caminhando sempre pra núnca voltar
No leito do tempo desliza pra o fim
Assim como as águas no rumo do mar
Quando a alegria é enchente no peito
A vida transborda de felicidade
Se vem o desprezo saímos do curso
E nos afogamos num mar de saudade

Já tive a vida como um rio calmo
Correndo silente pra o mar da paixão
Já fui correnteza carregando sonhos
Mas fiquei nas curvas da desilusão

As vezes o sonho é um convite louco
Prá um mergulho à esmo onde não dá pé
Por vezes a vida é bruta cachoeira
E as vezes marasmo lá dos aguapés
Quando a incerteza ao fundo nos leva
E a vida é turva e sem horizontes
Buscando as margens de um raso tranquilo
Olhamos a vida de cima da ponte

Festivais

CD/LP