Loco Pra Dançá


Loco Pra Dançá
(Dionísio Costa, Bonitinho)
 
Um sotaque de vanera
Numa gaita bagaceira, fazendo o baile fervê
Uma china de primeira
Que se bandiô da fronteira, só me dá o que fazê
Um pandeiro bem surrado
Num trancão embatucado, pro povo dizê no pé
E a guitarra debochada
Num bailão de cola atada, tapadinho de muié

Tá formado o intrevêro
Pode avisar o gaiteiro, que hoje o bicho vai pegá
Deixe que o mundo se acabe
Porque todo mundo sabe, que eu tô loco pra dançá

Numa vontade medonha
Eu atropelo a vergonha, na cerveja bem gelada
A vanera é sala cheia
Num balanço que incendeia e assânha a mulherada
Agarrado na morena
Sei que vai valer a pena, cada pila que eu gastá
Já matei a minha sêde
Não vou escorá parede, dá licença vou dançá

Festivais

CD/LP