CANTO E LAMENTO DO VELHO SEMEADOR

Título
CANTO E LAMENTO DO VELHO SEMEADOR
Compositores
LETRA
LUIZ DE MARTINO CORONEL
MÚSICA
LUIZ MARCÍRIO MACHADO
Intérprete
LEOPOLDO RASSIER
GRUPO CAVERÁ
Ritmo

CD/LP
2ª CALIFÓRNIA DA CANÇÃO NATIVA – LEOPOLDO RASSIER
SUCESSOS DE OURO -  GRUPO CAVERÁ
Festival
2ª CALIFÓRNIA DA CANÇÃO NATIVA
Declamador

Amadrinhador

Premiações


CANTO E LAMENTO DO VELHO SEMEADOR
(Luiz de Martino Coronel, Luiz Marcírio Machado)

A semente dos meus dias
Espalhei por este chão
Cumpri como vivente
Mas não vi a plantação

C’o remendo da esperança
Remendei a minha vida
Mas um dia a vida cansa
De ser rasgada e cerzida
Mas um dia a vida cansa
De ser rasgada e cerzida

Ganhou véu de sementes
Minha mulher no labor
Amando me plantei nela
Nasceu um novo semeador

Abrindo sulcos na terra
Sementes lancei a esmo
Esta terra está pedindo
Que agora eu plante a mim mesmo.
Esta terra está pedindo
Que agora eu plante a mim mesmo.

Ganhou véu de sementes
Minha mulher no labor
Amando me plantei nela
Nasceu um novo semeador

Abrindo sulcos na terra
Sementes lancei a esmo
Esta terra está pedindo
Que agora eu plante a mim mesmo.
Esta terra está pedindo
Que agora eu plante a mim mesmo.



Festivais

CD/LP