Alma


Alma
(Sueli Costa, Abel Silva)

Há almas que têm as dores secretas
As portas abertas sempre pra dor
Há almas que têm juízo e vontades
Alguma bondade e algum amor

Há almas que têm espaços vazios
Amores vadios, restos de emoção
Há almas que têm a mais louca alegria
Que é quase agonia, quase profissão

A minha alma têm um corpo moreno
Nem sempre sereno, nem sempre explosão
Feliz esta alma que vive comigo
Que vai onde eu sigo o meu coração!

Festivais

CD/LP