Correnteza De Mágoas


Correnteza De Mágoas
(Leandro Godinho, Thiago Carlotto)

A pele negra como a escuridão
Os calos tomam conta das mãos
Os cabelos brancos das geadas da vida
E a alma triste, triste como uma partida

A lavadeira pouco sabia dos dias
E ainda menos dos amores que trazia
Por companheiro o rio de águas mansas
De vez enquanto a compania das crianças

Fazia o caminho de cabeça baixa
A roupa suja ia dentro duma caixa
Enquanto o patrão cevava um mate
Suas roupas eram limpas pro aparte

Se ajoelhava em beira ao rio
Parecia que cantava, com um assovio
E a correnteza leva embora suas mágoas
Junto com a espuma suja que vai nas águas

As pedras judiadas da água corrente
Parece que judia a alma da gente
Mas o seu olhar procura sempre além
Com o pensamento pra fazer o bem

Os passarinhos juntos batem asas
No caminho de volta rumo as casas
A solidão era seu único abrigo
E o velho rio seu melhor amigo

Festivais

CD/LP