Freio De Pau

Freio De Pau
(Mano Lima)

Meu compadre, não é que eu queira falar
Mas tua comadre, meu compadre, não dá mais pra se agüentar
Tareco alheio que ela enxerga e que ela acha
Até parece uma viscacha, tudo o que vê quer pegar...

Meu compadre, tua comadre é de uma raça
Que não há o que a gente faça que ela deixe de roubar,
Eu já tentei até manear com uma corrente
E ela pega com os dentes e não deixa de levar...

Meu compadre, eu arrumei uma pegada
Mas por causa da comadre o patrão me despachou
Fui de gaiota, tive que vir de carreta
De tanta coisa, compadre, que essa próxima roubou...

Mas agora eu arrumei outra pegada
Numa estância mui falada que tem lá em São Nicolau
Mas desta vez a tua comadre vai maneada
E por segurança, compadre, vou atracar um freio de pau...

Festivais

CD/LP