ALMA DE JUÁ FLORIDO

TÍTULO
ALMA DE JUÁ FLORIDO
COMPOSITORES
LETRA
FÁBIO MACIEL
MÚSICA
MATHEUS LEAL
ANDRÉ TEIXEIRA
INTÉRPRETE
MATHEUS LEAL
MARCELO OLIVEIRA
RITMO
MILONGA
CD/LP
18ª VIGÍLIA DO CANTO GAÚCHO
FESTIVAL
18ª VIGÍLIA DO CANTO GAÚCHO
DECLAMADOR
AMADRINHADOR
PREMIAÇÕES
2º LUGAR
MELHOR CONJUNTO INSTRUMENTAL

ALMA DE JUÁ FLORIDO
(Fábio Maciel, Matheus Leal, André Teixeira)

Florzita branca do campo
Que peleou na madrugada
Pra enfeitar a manhanita...
Ao clarear desabrochada...
Qual a saudade de alguém
Que volta por quase nada.

Cuido, de cima do zaino,
E vejo teu jeito pleno,
Parece que abre os braços,
Põe um pala de sereno,
Soma a essência do pasto
Pra arreglar um cheiro bueno...

Traz o aroma veraneiro
Sempre que ao vento te atiras...
És pequena e traiçoeira
Encantas a quem te mira...
...Tipo do encanto bandido,
Que dá algo e depois tira!

Me judiaste ao tentar
Te colher, simples florzita...
Como pode a flor mais linda
Ter silhueta tão maldita?...
...Mas o espinho te condena
A viver sempre solita!...

Parece aquela que um dia
Achou meu olhar perdido...
Floreou e assim, sem pena
Na investida, “negô” estribo...
...Talvez tenha esta guaina
Alma de juá florido!...

Festivais

CD/LP