COM A DALVA POR DIANTE

TÍTULO
COM A DALVA POR DIANTE
COMPOSITORES
LETRA
GIOVANI GONZÁLES
MÚSICA
ALEX HAR
BRUNO CAVALHEIRO
INTÉRPRETE
ALEX HAR
RITMO
MILONGA
CD/LP
18º TERRA E COR
FESTIVAL
18º TERRA E COR
DECLAMADOR
AMADRINHADOR
PREMIAÇÕES


COM A DALVA POR DIANTE
(Giovani Gonzáles, Alex Har, Bruno Cavalheiro)

Quando calço o pé no estribo
Vejo estrelas cantadeiras
Um tanto quanto cadentes
No rumo das barrigueiras
Mostrando todo o seu lume
Nas andanças sereneiras.

Levo a Dalva por diante
Num santo brilho de ouro
Reluzindo no escuro
Entre a rudeza do couro
Ganhando vida e querência
Na testa deste meu mouro.

Este mouro que lhes falo
Pêgo a ponta de sovéu
É um luzeiro que plagia
Outro acima do chapéu,
Confundindo madrugadas
Como se fosse outro céu.

Dois luzeiros numa noite,
Pouco tempo pra se andar...
Entre ele meu destino
Que o mouro há de firmar
Pois são meus os olhos dele
No negror deste tranquear.

Se forjam vida e distância
Na alma deste campeiro
Que vaga em noite estrelada
Traçando um sonho estradeiro
Levando a Dalva por diante
Pelos caminhos nocheros.


Festivais

CD/LP