NESTES ERMOS DE FRONTEIRAS

Título
NESTES ERMOS DE FRONTEIRAS
Compositores
LETRA
JULIANO JAVOSKI
MÚSICA
JAIRO LAMBARI FERNANDES
Intérprete
JAIRO LAMBARI FERNANDES
CÉSAR OLIVEIRA
Ritmo

CD/LP
QUERÊNCIA DO BUGIO – 07º APARTE
Festival
QUERÊNCIA DO BUGIO – 07º APARTE
Declamador

Amadrinhador

Premiações


NESTES ERMOS DE FRONTEIRAS
(Juliano Javoski, Jairo Lambari Fernandes)

Vou cortando um fumito sete cordas
Recostado sobre a anca da tordilha
Quanta coisa este momento me recorda
Mirando lejos desses plainos e coxilhas

Foi aqui nestes ermos de fronteiras
Que meus avós plantaram lares e raízes
Foi daqui que minhas retinas bem faceiras
Partiram um dia a buscar outros matizes

O ibicuí cruzando a várzea despacito
Um gado gordo, a cavalhada lá no pasto
Um téo-téo faz patrulha precavido
E em pensamentos vou proseando com meu basto
E em pensamentos vou proseando com meu basto

Ao longe um tadeu de cachorrada
Talvez das casas anunciando alguma visita
Me lembrou ontem das partidas e chegadas
Que em minha tarca de mundeio estão escritas

Quanta cousa me recorda esse momento
Recostado sobre a anca da tordilha
Ao sabor desse palheiro fumacento
Reculutando estas lembranças em tropilha

O sol brazino no poente se apeando
Acende um fogo de espinilho cá no peito
E uma gaita em minh'alma ressonando
Lembra alguém que soube bem domar meu jeito
Lembra alguém que soube bem domar meu jeito



Festivais

CD/LP