PELOS OLHOS DO MEU NETO

Título
PELOS OLHOS DO MEU NETO
Compositores
LETRA
ALEX PALMA
MÚSICA
PENNA FLORES
PEDRO FLORES
Intérprete
CESAR LINDEMEYER (IN MEMORIAN)
NENITO SARTURI
Ritmo
MILONGA
CD/LP
7ª GRUTA EM CANTO
Festival
7ª GRUTA EM CANTO
Declamador

Amadrinhador

Premiações


PELOS OLHOS DO MEU NETO
(Alex Palma, Penna Flores, Pedro Flores)

Hoje enxergo nas retinas da inocência,
Um novo sol a iluminar passos cansados.
Pois a vida me legou mais uma página,
Para escrever a minha história do teu lado.

Nas tantas lidas que enfrentei nos meus caminhos,
Nas tantas preces pra poder falar com Deus.
Eu jamais vou esquecer de cada lágrima,
Que eu chorei para melhor cuidar dos meus.

Hoje uma força bem maior me faz viver,
A minha casa se inundou de amor e afeto.
No seu abraço sinto a mão do criador,
E encontro vida pelos olhos do meu neto.

Para entender melhor o tempo que hoje tenho,
Guardo no colo o calor desta criança.
Pois quando afaga meus cabelos já tordilhos,
As suas mãos são duas fontes de esperança.

Nos meus silêncios matinais cevando o mate,
Vou replantando em cada olhar esta paixão.
Neste meu rancho já não entram temporais,
Pois o meu neto renovou meu coração.

  



Festivais

CD/LP