Luas De Esperas

Luas De Esperas
(Helena Fontana, Sérgio Rosa)

Quantas luas de espera
Pela terra prometida
Ali à beira da estrada
Não vinga sonho nem nada
Não vinga nem mesmo a vida

Acampados, deserdados
Mãos de enxada, pés no chão
O tempo ali não tem pressa
E os senhores das promessas
Não ouvem a voz da razão

Sem-terra junto da terra
Sem terra, sem serventia
A reforma é coisa séria
E essa gente na miséria
Julgada à revelia

Os barracos vestem luto
Nuvens negras junto ao campo
Parceiras do coração
Dos lavradores sem chão
Só espera e desencanto

E a terra generosa
Anseia ser repartida
Que é triste ver esses homens
Criando os filhos da fome
Na incerteza de suas vidas

Sem-terra junto da terra...



LUAS DE ESPERA - Antônio Gringo e Os 4 Ventos Letra Helena Fontana Música Sérgio Rosa by Helena Fontana 1

Festivais

CD/LP