Desvaneio

Desvaneio
(Juares Bittencourt, Luiz Souza Villela)

Quando a noite abre a tarrafa sobre a pampa
A terra estanca a escutar a voz dos rios
Peixes de prata sarandeiam sobre as águas
E descem mansas a cantar noites a fio

Cevo recuerdos no pesqueiro mais profundo
Pequeno mundo do meu coração guri
Sinto saudades de mim e volto à infância
Pelas barrancas caniceando lambari

Lembro das balsas mareteando nas enchentes
E nas correntes de um dourado peleador
Lembro os caudais onde eu braceava com entono
Eu era o dono do Uruguai caminhador

Hoje distante, trago a trago, bebo ausência
Na verde essência do parceiro chimarrão
Do velho rio dos caracóis que diariamente
Eu sorvo quente repontando o coração

Cevo recuerdos no pesqueiro mais profundo
Pequeno mundo do meu coração guri
Sinto saudades de mim e volto à infância
Pelas barrancas caniceando lambari



Juares Bittencourt E Grupo Campeiro Do Cambai - Desvaneio by guascaletras

Festivais

CD/LP