Milonga Negra Grongueira

Milonga Negra Grongueira
(Zé Rodrigues, Delci Taborda)

Milonga Negra Grongueira,
Quem te gerou não sabia
Que do além mar tu trazia
Um canto sentimental.

Foste crescer no Uruguai
Germinando esta semente,
Encontras-te colo quente
Na Argentina e no Rio Grande.

Este teu ritmo afro
De onde foste parida,
Encontrou lá nas Missões
O berço pra tua guarida.

No derredor dos fogões
E nas noites galponeiras,
Um pinho triste lamenta
A saudade de uma china.

Que amargando a triste sina
Bordoneia teu destino,
Que de tanto andar a esmo
Gauderiou desde menino.

Milonga quatro bandeiras
O teu pendão se agiganta,
E minha voz na garganta
Que canta quase chorando.

Vai te encontrar num abraço
Entre primas e bordões,
Eu te escuto tão calado
Na solidão dos galpões.



MILONGA NEGRA GRONGUEIRA -Delci Taborda by guascaletras

Festivais

CD/LP