Bailantas de Costa de Rio

Bailantas de Costa de Rio
(João Carlos Loureiro, Delci Taborda)

Quando o sol vai baixando o pavio
Por cima dos serros lado castelhano
Lá no rio a corrente se aquieta
É prenuncio de baile na noite aragana

São morochas bonitas de flor no cabelo
Que em lindos panuelos se põem a bailar
Só quem sente o encanto da noite
Entende o prelúdio de amor por chegar

Bailantas de costa de rio
Que nas noites de frio a gente tem calor,
Bailanta onde dança o costeiro
E se arma pesqueiros na busca do amor

Muitas vezes pro baile escrinudo
Se convida a polícia com muita esperteza
E ali enquanto a noite deslancha
O chibero dá remo lá na correnteza

Nada é igual em tanto aconchego
A pilcha do rancho é singela demais
E quem vê esses verdes profundos
Entende a magia que trás o sorungo



BAILANTA DE COSTA DE RIO - Delci Taborda by guascaletras

Festivais

CD/LP