A Dom Antônio Trindade


A Dom Antônio Trindade
(Jairo Lambari Fernandes)

Vem Dom Antônio Trindade num trono de "pelo e patas"
Numa gateada monarca crioula lá da Fronteira
Escorando na "soitera" a culatra desta tropa
Sombreiro baixo de copa que linda estampa campeira

Quem orquestrou o destino sobre o compasso de um basto
Farejando céu e pasto nos setembros de potreadas
Sovando léguas de estradas entre tropeadas e domas
Taureando a sorte gaviona nos encontro da gateada.

"Hay" que sacar o "sombreiro" a Dom Antônio Trindade
Quem for "gaucho" de verdade e grongueiro na estampa
Imagem bugra da Pampa um torena em campo aberto
Tenteando o destino incerto no rumo de casco e guampa...

Quem avistar Dom Antônio na testa da comitiva
Verá a história mais viva deste garrão brasileiro
Mescla de monge campeiro um centauro lusitano
Como diria o "Caetano" o pajador missioneiro

Quem largou "pesos" de tropa no velho Santa Maria
Escutando a melodia mareteando na carona
E o "sonido" da cordeona por algum pouso de tropa
Onde o mate segue a volta ritual de "fogo e cambona"

Festivais

CD/LP