Por Ter Onde Ir

Por Ter Onde Ir
(Nelson Souza,Tiago Souza)

Vento,
Por lamento,
Fecha o tempo
Trás a chuva,
Se desmancha em água
Molhando esta estrada.

Sobreiro,
Companheiro,
Por campeiro
Já desaba,
Protege meu rosto
Judiado de agosto.

O casco,
Deixa o rastro,
Marca o passo
Do picaço,
Divide o destino
Que trago comigo.

Depois da porteira
São tantas fronteiras,
Que a vida nos mostra
A sua maneira.
Por gosto ou desgosto
Erguemos bandeiras
Pra dor das derrotas
Caminhos certeiros...
Por ter onde ir!

Vento,
Por contento,
Abre o tempo,
Leva a chuva,
E um sol por reponte
Clareia o horizonte.

Meu peito,
Do seu jeito,
Tem direito
Ter saudade,
São sonhos que partem
Por sonhos que invadem.

Porteira adentro
O melhor sentimento,
Um olhar de espera
Sujeitou o tempo.
Por longo e incerto
Que seja o caminho,
Me vou de alma leve
Sem me ver sozinho...
Por ter onde ir!

Festivais

CD/LP