Coisas Do Mundo De Peão

Coisas Do Mundo De Peão
(João Sampaio,Walther Morais)

Tem tanta coisa parceiro neste meu mundo de peão
Que alem de serviço e lida vira farra e diversão
Gosto de bicho maleva que veiaqueia e dispara
Só pra sai abrindo o peito dando de pala na cara
Também me agrada um bagual desses que só por cacoete
Se embodoca e sai bufando pras esporas do ginete

Gosto do mundo de peão na pampa verde amarela
De corta um matambre gordo um granito uma costela
E golpear um trago de canha pra limpar o perau da goela

Acho lindo um touro brabo num dia de campereada
Sair na cola do pingo me errando coice e corneada
Gosto de muntar num potro depois duns trago de vinho
C’oa cachorrada da estância pegando só no focinho
Só por pachola me agrada atira um pealo de patrão
Pro maula troca de ponta guasqueando o lombo no chão

Também me orgulho parceiro do oficio de domador
E de ir ver a china que eu quero num bagual escarceador
Gosto de passear num mouro de laço atado nos tentos
E amanhaecer me guasqueando num fandango pacholento
Só voe mala meus arreios e deixa meu mundo de peão
Quando o patrão do universo me enfiar o laço nas mãos

Festivais

CD/LP