Ao Pé Da Serra

Ao Pé Da Serra
(João Ari Ferreira, Nilton Ferreira)

Tenho uma casinha simples junto ao pé da serra
Onde eu e a felicidade moramos por lá
Tenho uma viola parceira que se faz companheira nas noites de luar
E uma varanda em florada, cantando pra amada e pra gente do lugar

Chora viola, chora que o meu coração
Abraçou a emoção que acabou de chegar
Pela fresta deste rancho
Um facho de lua abençoa o cantar

Quando rompe a luz do dia vem a sinfonia
Da natureza com sua beleza em tom matinal
Há um murmúrio de rio no fundo do terreiro
Onde um galo faceiro faz seu recitar
A paz que tem neste lugar
Não tem hora marcada pra se manifestar

Chora viola, chora que o meu coração
Abraçou a emoção que acabou de chegar
Pela fenda dos postigos
Um raio de sol vem me despertar

Bem ao jeitinho do rancho meu poema é singelo
Mas de palavra em palavra toca o coração
Enquanto a luz da paixão clareia a morada,
Um verso pra amada logo vira canção
A paz que tem neste lugar
Não tem hora marcada pra se manifestar

Chora viola, chora que o meu coração
Abraçou a emoção que acabou de chegar
Pelos palcos e varandas
Nos sobram motivos pra gente cantar

Festivais

CD/LP