Pão Com Banha

Pão Com Banha
(Odemir Tex Júnior)

És misto de amido
E gordura saturada,
Que desperta a verve
Na mais sombria madrugada.

Figuras como um símbolo
Da mais pura negação,
O ignóbil que agora te nega
Nega a própria geração.

Rejeita o teu passado,
Não o queres mais
Se tu não comeu,
Comeram teus pais.

Agora tem no mercado
Manteiga dietética,
Somente uma sombra estética
Do que tu foste no passado.

Festivais

CD/LP