Meu Rancho

Meu Rancho
(Telmo de Lima Freitas)

Primavera chegou
No meu rancho cantor
Lá na sanga as pitangas
Tão rubras, tão doces
Tal qual nosso amor.

O sabiá começou
O cantar da paixão
Modulando cantigas
Que tocam no fundo
Do meu coração.

O barreiro cantou
Quando viu tu chegar
Festejando contente
O grande presente
De erguer nosso altar.

Quero-quero querendo
Dizer algo pra mim
Que na soma dos dias
Nossas alegrias
Jamais terão fim.

Festivais

CD/LP