Tributo A São Gabriel

Tributo A São Gabriel
(Marcelo Góes, Marcos Lázaro)

Conta a história que num dia de finados
Pelas mãos de um espanhol desbravador
Nasceu o berço da cultura dos gaúchos
Referência desta pátria com louvor

Pago onde tradição se leva a sério
Em memória de ilustres ancestrais
Abençoada pelo arcanjo e o patrão-velho
Marcha avante a terra dos marechais

São Gabriel já teve filho presidente
Foi arena da nossa revolução
Com o rio Vacacaí onipresente
Gerou legado de um letrado cidadão

A la pucha é das bandas da fronteira
É vizinha da Argentina e Uruguai
Oigalê tchê quanta gente hospitaleira
São Gabriel palco de fatos imortais

Na segunda grande guerra mundial
Seu marechal comandou expedição
E nesse chão com imenso potencial
Carreteiros sobrevivem à extinção

Na princesa das coxilhas há mistérios
Que estropiam nossa imaginação
Maria Guapa, irmãozinhos fuzilados
E Negrinho Sanga Funda assombração

Nesse rincão Indio Sepé se eternizou
Defendendo até a morte os guaranis
São Gabriel hoje pro mundo ecoou
Um brado forte de guerreiros varonis

Festivais

CD/LP