A Ordem É Essa

A Ordem É Essa
(Teixeirinha)

Vou fazer chover na estrada prá não levantar poeira
E cantadorzinho novo vou fazer tirar carteira
Vou pegar os linguarudos que falam do seu Teixeira
Antes de negar que falam corto eles de soiteira
E vou acabar também com mulheres faladeiras
Vou por pimenta na língua prá deixar de ser fiteira
E esses bonitinhos bobo, vai levar uma pauleira
Que é prá ficar conhecendo o que é porteira de mangueira
E esses que não lêem jornal analfabetos em geral eu faço entrar no mobral
E dar um beijo legal na bandeira brasileira

Vou afirmar esses grossos mais grossos que tronqueira
Tradição não é grossura cultura não é besteira
Vou fazer homens casados esquecer moças solteiras
Casou ficou veterano pendure as suas chuteiras
A alguma mulher casada que ainda é namoradeira
Prá apagar a caloria vou prender na geladeira
E essas moças solteironas eu vou passar na peneira
E as que passar  pelo furo vai encerrar a carreira
Prá criança melhor vida mais estudo mais comida
Religião mais entendida da Senhora Aparecida que é a nossa padroeira

Vou parar os lombizomes que vira na sexta-feira
Entrar na jaula do tigre prá na calça dar goteira
Vou fazer os atrevidos respeitar a sinaleira
E caçar os documentos dessas meninas barbeiras
Malandro que não trabalha vai dar muro na pedreira
E prá mostrar que eu não sou de uma raça morredeira
Os homens da fala fina, vou jogar na pirambeira
Prá não enganar pai e mãe nem a coitada da parteira
Mulher tem que ser mulher e o homem de onde vier
Ser macho a lei requer e fazer o que puder pelas cores da bandeira

Festivais

CD/LP