Deixada Só

Deixada Só
(Tadeu Martins, Elton Saldanha, Carlos da Silva)

Situada aos olhos doces de quem cruza
Perdida no enô de campo triste e linda
Entre o capão e o varzedo que raleia
Sempre ventando o arvoredo que verdeia

Tapera, sozinha
Tapera, sozinha

Uivos de vida nos mourões cravados
Com paradouros mansos que a ventania vem socorrer
Cada rajado santa fé esmiúça e a timbaúva escaramuça
Soluça, soluça, entardecer

Deixada só
Deixada, nos beirões do pampa
Adentrando a cerca nos bambugais

Tapera nova
Arvoredo velho
No lar da gente
Não mora mais

Festivais

CD/LP