De Pai Pra Filho

De Pai Pra Filho
(Xirú Pampeano)

Senta meu filho e vamos conversar
Enquanto a mãe vai cevando o chimarrão
Faz algum tempo que não tiremos tempo pra nós
Pra analisarmos este mundo de ilusão

É verdade meu pai, faz dias que não conversamos
Cedito quando eu acordo tu já estás saindo
Se vai pra lida e só volta tarde da noite
E quando tu chegas, eu já estou dormindo

Sei que na escola tu já passou de ano
Parece que foi ontem que você nasceu
E na corrida deste mundo tão moderno
Hoje percebo o quanto você cresceu

Segue trilhando assim firme teu caminho
Longe das drogas e das falsa amizades
Semeando o bem como o teu pai te ensinou
Respeitando a todos, não importa a idade

Fique tranquilo, papai não te preocupes
Todo o respeito que eu tenho por ti
Pode ir pra lida pela nossa sobrevivência
Eu levarei na consciência tudo o que dissestes aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tá na rede!!!

Curta-nos no Facebook