Abre Essa Gaita

Abre Essa Gaita
(Zelito Ramos, Erlon Péricles)

Quando a gaita chora
O sorriso aflora
A saudade estanca,
Quando abre o fole
Arrepio na pele
Nó na garganta...

Um mate, uma prosa,
Um beijo, uma rosa,
Pra me conquistar,
Um olhar sereno
E esse jeito bueno
De me acompanhar.

Assim é a vida
A estrada é comprida
Aprendemos mais,
Caminhando junto,
Descobrindo o mundo
Sem olhar pra trás!

A canção em brasa
Ilumina a casa...
Faz acontecer,
Toda melodia
Na sintonia do bem querer.

Abre essa gaita que eu abro o peito num chamamé...
Abre essa gaita de luz e sonho, de força e fé...
Abre essa gaita que eu abro o peito num chamamé...
Abre essa gaita que to contigo pro que vier!

Festivais

CD/LP