Ronco Do Bronco

O Ronco Do Bronco
(Telmo de Lima Freitas)

O ronco do bronco na grota escondido
Sussurra alarido num dia de estio
Murmuram as guelas dos bicho da mata
O som da cascata convida o rio

O bugio resmungando no seu resmungar
Convida que todos aprendam a cantar
Conserve o que é nosso, conserve o que é seu
Não tire uma vida que você não deu

Que linda algazarra das aves sonoras
Ao som das auroras da mata sutil
O ronco soturno acorda água grande
No sul do Rio Grande do nosso Brasil

Bugio tá na mata, não mate o bugio
É mais uma vida com seu desafio
Conserve o que é nosso, conserve o que é seu
Não tire uma vida que você não deu

Festivais

CD/LP