O Mangrulho

O Mangrulho
(Knelmo Alves, Marco Aurélio Vasconcellos)

No distante passado
As lutas da posse
Raizes da raça
Que aqui ficaria

Um rancho perdido
E solito no pampa
E atento mangrulho
Bombeando distâncias

Mangrulho, mirante
Cuidou desta terra
De assaltos cobiças
E sanhas de guerra
E sanhas de guerra

O que era do dono
Com o dono ficou
E o velho mangrulho
No tempo passou

A cobiça estrangeira
Porém nunca passa
Eu a vejo tentando
Dobrar esta raça

Mas cavando raízes
Me emponcho de orgulho
Pois em cada gaúcho
Eu vejo um mangrulho

Festivais

CD/LP