De Bota Nova

De Bota Nova
(Rico Baschera, Gildinho)

De bota nova tô chegando pro baile companheiro
Que o tranco fandangueiro me chamou pra bailar
Na sala bem lisinha quero fazê um estrago
Depois de toma uns trago me vou pra la e pra cá

Não quero nem noticia da lida de mangueira
Quando escuto vaneira tristeza não não me agarra
Eu venho descontado judiado do seviço
Findei os compromissos agora eu quero farra

Capricha seu gaiteiro que eu danço e me garanto
Já vi que lá no canto tem uma que me quer
Preciso de um cambicho e a minha bota nova
Precisa de uma sova pra não me aperta o pé

De bota nova tô chegando vou firme num embalo
Nem me lembro do calo que essa bota me fez
Pior é não ter tempo só pra alegrar a vida
Que eu não largava a lida fazia mais de um mês

Por isso seu gaiteiro capricha uma bem boa
Que um beliscão à toa não tá me encomodando
Um calo não é nada, tudo que é ruim tem fim
Que um baile bom assim so lá de vez em quando.

Festivais

CD/LP