Afirmação

Afirmação
(João Batista Machado)

Desejo cantar o pago
Como vejo e como sinto
Este quadro que lhes pinto
Eu copiei de toda parte,
E se é pobre, como arte,
Valerá pela existência.

E quero que este meu verso
De amor, de fé e otimismo,
Seja um grito de civismo
Ecoando em cada consciência...

A cavalo no minuano
Neste galope ligeiro,
Quero que corras faceiro,
Carregando de progresso,
Para ouvir, no teu regresso,
Que não bateste em tapera.
Que viste rindo, contente,
O nascer de nova gente
Soberana, independente,
Marcando uma nova era

Que do litoral à serra
Que da fronteira às Missões
Tu colocaste corações
Como pai, velho andarilho,
Como mãe embala o filho
De nobre estirpe gentil.
Que proseaste com o tempo
Viste que onde quer que se ande,
Hoje é tempo de Rio Grande,
Sempre é hora de Brasil...

Quanto mais tempo se vive
Mais tiramos conclusões,
Se somarmos as ações,
O trabalho, o pensar bem,
Se diariamente um amém
De alguém, nos calar profundo,
Havendo muita paciência,
Fé esperança e respeito,
Veremos que deste jeito,
Dá pátria pra todo mundo...

Festivais

CD/LP